domingo, 23 de dezembro de 2012

A MOBILIDADE CICLÍSTICA E EU



Hoje o que temos em prol à bicicleta e seu uso?

Temos revistas especializadas que trazem todos os tipos de informações. O que está acontecendo no mundo ciclístico. Notícias de diferentes países, estados e municípios. Grandes jornadas ciclísticas, médias aventuras. Em seu espaço comercial, nos mostram os melhores equipamentos de segurança, os melhores pneus para os diferentes usos em diferentes terrenos, os melhores equipamentos para uma relação de trabalho, força e conforto.
Temos médicos, fisioterapeutas e nutricionistas especializados em ciclismo.
Temos uma indústria interessada neste segmento e vendo nele, um filão de infinitos bons negócios.
A indústria tecnológica já vê o ciclismo com muito interesse e já colocam no mercado, aplicativos destinados especialmente a quem pedala. Estes estão chegando a todo o momento no mercado. São GPS, monitores cardíacos, aplicativos para celulares de múltiplos interesses, entre outros.
A indústria da alimentação não fica atrás e a todo o momento também lança produtos oriundos de pesquisas os quais venham a completar o desgaste, não só dos atletas de ponta, mas também daqueles que praticam seus passeios de lazer e de Cicloturismo.
Temos visto a mídia em todo o seu seguimento vendo que a bicicleta já é um assunto de excelente audiência. E hoje não só a morte de ciclistas no transito é fator para manchete, mas tudo aquilo que está ligado no ramo.
A indústria de roupas também tem lançado novos produtos para todos os seguimentos da bicicleta, seja este profissional, amador ou cicloturista.
Alguns municípios brasileiros uniram forças e montaram circuitos específicos para o Cicloturismo, a exemplo dos municípios catarinenses. Vale destacar que em Santa Catarina já são três os Circuitos oficiais para Cicloturismo.
Temos visto cada vez mais a união dos ciclistas em todo o Brasil. E esta união está resultando na formação de Grupos informais de pedais e também a formação de Associações devidamente organizadas e oficializadas.
Mas dai pergunto. O que os governantes estão fazendo diante de tudo isso.
Será que eles estão olhando para esse levante que está acontecendo em todo o nosso Brasil !?
Será que o poder Legislativo e o Executivo, os quais nas propagandas eleitorais enchiam o peito ao dizer “quero o seu voto de confiança para ser o SEU REPRESENTANTE”, realmente estão preocupados em ser nossos representantes e preocupados para com a mobilidade urbana e em especial a ciclística !?
O que foi feito em benefício da mobilidade urbana ao longo dos últimos quatro anos em nossas cidades?!
O que, EU CIDADÃO Tenho feito por minha cidade nos últimos quatro anos?

O que, EU CIDADÃO quero fazer para a minha cidade nos próximos quatro anos?

VAMOS A LUTA.  VAMOS MOSTRAR AOS DITOS “NOSSOS REPRESENTANTES” O QUE QUEREMOS.

SE FICARMOS DE BRAÇOS CRUZADOS E BOCA FECHADA, ELES FARÃO O QUE É DE INTERESSE DELES.

TENTE, INCREMENTE, SEJA DIFERENTE. APROVEITE QUE O MUNDO NÃO ACABOU E TOME A INICIATIVA.


VAMOS CUMPRIR NOSSOS DEVERES PARA TER RESPALDADO OS NOSSOS DIREITOS
.

domingo, 2 de dezembro de 2012

BICICLETADA - O GRANDE DIA


A duplicação da Rodovia Antônio Heil – SC-486, que liga as cidades de Itajaí e Brusque em Santa Catarina está em faze de conclusão de projeto e prestes a ser assinada a linha de financiamento para sua execução.
Infelizmente, descobrimos muito tarde que no projeto desta obra não contemplava a inclusão da ciclovia, principalmente no perímetro urbano das duas cidades.
Diante disso a CICLOAÇÃO-ITAJAÍ, “fazendo valer nossos direitos” como usuários de bicicleta foi buscar o apoio de outras associações. Assim realizamos um encontro com a Associação Pedalando Pela Vida da cidade de Brusque que prontamente se uniu a causa. A partir dai, foram contatadas todas as associações de moradores que também se uniram e um abaixo assinado foi deflagrado onde mais de 1500 assinaturas foram recolhidas e entregues na Secretaria de Infraestrutura estadual. Na oportunidade também visitamos os gabinetes dos deputados estaduais, Volnei Morastoni, Dado Cherem, Ana Paula Lima, e Jean kuhlmann, os quais se propuseram a nos ajudar.
Não conformados com a situação, às associações Pedalando Pela Vida e a Cicloação promoveram uma grande manifestação ciclística denominada de BICICLETADA a ser realizada no dia 02 de dezembro. Pra isso, foram convidados todos os ciclistas, profissionais, amadores, pedalantes de lazer e trabalhadores em geral que fazem uso constante de suas bicicletas e também os simpatizantes da mobilidade ciclística para estarem juntos neste evento.
Assim, chegou o grande dia. A expectativa tomava conta dos organizadores. As 7:30 as pessoas começaram a chegar na praça Irineu Bornhausen defronte a Igreja Matriz em Itajaí. Pouco a pouco mais e mais ciclistas foram se juntando e chamando a atenção dos que por ali passavam.
Exatamente as 8:30 a massa saiu em seu pedal rumo ao Bairro Arraial dos Cunha. Ponto este marcado para o encontro com o outro Grupo de Ciclistas que se reuniam na cidade de Brusque. O pedal seguiu com o apoio de batedores do Codetran que realizaram um excelente trabalho dando a proteção nas ruas da cidade até que chegássemos ao trevo da Rodovia Antônio Heil, onde outro grupo de ciclistas vindo de Balneário Camboriú, nos esperava. 
Dali para frente, nos fez companhia por grande parte do trajeto, uma guarnição da Policia Rodoviária Estadual, cujo apoio no local do evento foi crucial.
Enfim, chegamos ao local do Manifesto onde em seguida chegou o grupo de ciclísticas vindo da cidade de Brusque. 
Ali, a grande massa de quase 200 ciclistas se perfilaram as margens da rodovia, ergueram suas faixas pedindo “DUPLICAÇÃO COM CICLOVIA e MOBILIDADE COM SEGURANÇA” e cantaram o hino nacional e nesse canto disseram – amamos nossa pátria, e fizemos parte dela, amamos nossos irmãos e precisamos de segurança e respeito para com a mobilidade ciclística.
Pudemos ver que moradores da região também se fizeram presentes juntando-se a nós com suas bicicletas. Participando de todo o ato de suas sacadas e janelas. Outros se aproximaram mais e se juntaram a grande massa que ali representava os milhares de ciclistas das cidades de Itajaí e Brusque que, neste ato, buscavam sensibilizar as autoridades e assim terem inclusa no projeto de duplicação da rodovia, a tão esperada ciclovia.
O que queremos é simples “DUPLICAÇÃO COM CICLOVIA, MOBILIDADE COM SEGURANÇA".
Temos certeza que o evento foi um sucesso de organização e cumpriu o que queríamos. Resta agora aguardar a repercussão.
Queremos registrar os nossos agradecimentos aos que estavam presentes nesta manifestação:
Aos associados e simpatizantes das Associações Ciclísticas CICLOAÇÃO de Itajaí, PEDALANDO PELA VIDA de Brusque, ACBCC de Balneário Camboriú.

As Associações de Moradores dos Bairros de Itaipava, Baia, Km12, Paciência, Limeira, Limoeiro e do Loteamento São Pedro.
A TV MCA e TVBE da cidade de Itajaí.
Ao Deputado Volnei Morastoni e ao Vereador eleito no ultimo pleito Osvaldo Mafra.
A Turma da Tribo das Bikes que se fez presente em massa. 
A empresa Pico da Pedra Eventos de Aventura que fez o apoio durante todo o trajeto com fornecimento de água aos ciclistas.
PARABÉNS A TODOS.

domingo, 25 de novembro de 2012

BICICLETADA NA ROD. ANTÔNIO HEIL - SC-486

A CICLOAÇÃO-ITAJAÍ, juntamente com a ASSOCIAÇÃO PEDALANDO PELA VIDA da cidade de Brusque, estarão realizando um grande Manifesto pela inclusão da Ciclovia na Duplicação da Rodovia Antônio Heil, SC 486, que ligam as cidade de Itajaí e Brusque.
O Evento será realizado no dia 02 de dezembro e contará com a participação de ciclistas profissionais, amadores e anônimos de Itajaí e Brusque.
Um grupo de pedalantes estará saindo de Itajaí enquanto outro grupo sairá de Brusque e se encontrarão no bairro Arraial dos Cunha junto ao Posto de Combustível Raimondi no final da reta dos Padres e ali farão a manifestação pela sensibilização das autoridades para que a ciclovia seja definitivamente inclusa no projeto.
Várias autoridades políticas estarão sendo convidadas para se fazer presente neste ato, como os Prefeitos e vereadores de Itajaí e Brusque, os representantes estaduais de nossa região e o Secretário de Infra Estrutura do Estado de Santa Catarina.
Assim, a CICLOAÇÃO-ITAJAÍ convoca a todos os ciclistas de Itajaí e região,  sejam estes profissionais, amadores, trabalhadores ou pedalantes de lazer para estarem junto conosco neste manifesto que se reunirá no domingo 02/12 as 08:00 horas, defronte a Igreja Matriz de Itajaí para irem pedalando (16 km de ida + 16 de volta) até o local do Manifesto no Bairro Arraial dos Cunha.
Aqueles que foram simpatizantes da causa, mas que acham que não conseguirão pedalar, ida e volta, poderão ir de carro levando o máximo possível de pessoas, para que lá possamos ser muitos nesta manifestação.
DUPLICAÇÃO COM CICLOVIA - MOBILIDADE COM SEGURANÇA
CICLOAÇÃO-ITAJAÍ - "FAZENDO VALER NOSSOS DIREITOS"
acesse notícia veiculada na imprensa

sábado, 10 de novembro de 2012

PALESTRA - FISIOTERAPIA

APOIOCÚPULA CRIATIVA
BIKER EXPRES - Cicloturismo e Aventuras
E AS LOJAS DE BICICLETAS
TRIBO DAS BIKES
PEDALLI - Bike Store
ARMAZÉM DAS BIKES 
 SÓCICLE - Bicicletas
SANTOS BIKES
CASA ARY - Bicicletas
RAIO RODAS - Ciclepeças

A CICLOAÇÃO-ITAJAÍ, abre as inscrições para a sua 2ª Palestra de 2012, com o Tema - Fisioterapia e sua Importância para o Ciclismo a ser realizada no dia 21/11/2012 no Centro de Vivencia da Univali-Itajaí com inicio as 19:00 horas.

A Palestra é promovida pela CICLOAÇÃO em parceria com a Univali e será ministrada pelo Acadêmico Vinicius Noronha Scarpin, tendo como orientador o Professor Mestre Christian Lorenzo de Aguiar Marchi.

Direcionada aos usuários de bicicleta em suas diversas categorias; ciclistas profissionais, amadores, cicloturistas, trabalhadores, acadêmicos, professores e todos aqueles que se interessam pelo assunto.

O numero de vagas é limitado em 60 participantes com direito a certificado de participação.
Para fazer a inscrição, que é gratuita. acesse o link no site da univali clicando aqui. 
Ao abrir a página, você verá as informações e ao final da página, você encontrará a barra  para inscrição.
Após clicar, observe o campo exato para sua inscrição, pois existem opções para quem já é cadastrado e para quem ainda não é cadastrado no site da Univali. 
Em caso de duvidas, envie e-mail para pedal@cicloacao.com.br 

sábado, 3 de novembro de 2012

ABAIXO ASSINADO


Indignados com a Consulta Pública realizada pelo DEINFRA sobre a duplicação da Rodovia Antônio Heil, conforme nossa matéria publicada aqui neste Blog (clique para ver) , nós da CICLOAÇÃO-ITAJAÍ juntamente com a ASSOCIAÇÃO CICLÍSTICA DE BRUSQUE PEDALANDO PELA VIDA, estamos engajados para que a ciclovia faça parte do Projeto de Duplicação elaborado pelo DEINFRA.

Assim, estamos realizando abaixo assinado para que possamos juntar esforços pela inclusão da ciclovia no perímetro urbano dessas duas cidades.
Você também poderá votar online clicando neste link  http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N31368 .
Tanto a CICLOAÇÃO-ITAJAÍ, quanto a ASSOCIAÇÃO PEDALANDO PELA VIDA de Brusque, estão com formulários de abaixo assinados e estarão recolhendo assinaturas para juntarmos esforços e assim possamos contagiar nossos vereadores, prefeitos, deputados e Governador em prol desta causa.
Junte-se a nós nesta pedalada pela inclusão da ciclovia na Duplicação da Rodovia Antonio Heil - SC-486 assinando o abaixo assinado que está junto com os dirigentes das duas Associações.

RODOVIA ANTÔNIO HEIL - DUPLICAÇÃO JÁ, MAS COM INCLUSÃO DE CICLOVIA.
FAZENDO VALER  NOSSO DIREITOS

domingo, 28 de outubro de 2012

RESPEITO AS LEIS


Quando fiz a divulgação do Dia Mundial Sem Carro (22/09/11) no facebook, postaram o seguinte comentário.
"Durante 3 anos deixei o carro na garagem e utilizei apenas o transporte alternativo para me deslocar para o trabalho (bike, ônibus o a pé). Minha grande frustração é constatar que o ciclista é o pior integrante do sistema de transito, não respeitando as leis e as regras de conduta. Não respeita sequer os demais ciclistas e nem mesmo os pedestres. É ciclista pedalando na contra mão, sobre calçadas, furando sinal. PESSOAL, VAMOS ACORDAR E RESPEITAR PARA SERMOS RESPEITADOS. abraços"
Diante a este desabafo de um ciclista que vive seu dia a dia vendo as atitudes dos demais, também tenho me observado nas pedaladas. As vezes exigimos muito dos outros, mas não costumamos olhar nossas atitudes.
Cobramos muito os nossos DIREITOS, mas será que estamos cumprindo os nossos DEVERES.
Temos usado capacete, luvas, sinalizador dianteiro e traseiro e nos consideramos ciclisticamente corretos. Mas dai pergunto. O que temos feito em relação ao respeito as leis de transito?
Estamos parando nos sinais fechados e esperando abrir?
Estamos dando a preferencia para o pedestre na faixa?
Estamos transitando sempre pela mão nas vias de mão única?
Quantas vezes andamos na contra mão e por sobre as calçadas?
Quantas vezes em nossa concentração de inicio de pedal obstruímos totalmente a calçada fazendo com que os pedestres tenham que passar pela rua?
Quantas vezes ocupamos totalmente a pista da direita fazendo filas duplas e até triplas para colocar a conversa em dia? 
Acho que é chegada a hora de nós, "ciclistas que usam capacetes" fazermos a diferença e iniciarmos uma campanha de "Conduta Ciclística Correta".
Vamos colocar em prática o slogan "comece agora! comece por você!"
Vamos ser diferentes, não só pelo uso do capacete e luzinhas, mas por respeitar as regras e leis de transito.
Vamos ter bom senso e nos comprometer com uma conduta ciclisticamente correta.
Em toda a mudança de comportamento, sempre existirão os resistentes, mas se você fizer correto, isso servirá de exemplo e aos poucos a maioria irá seguir.
Pense nisso... vamos pedalar por uma "Conduta Ciclística Correta"

VOCÊ PODE DEIXAR SUA OPINIÃO CLICANDO NO ENVELOPE LOGO ABAIXO

A Holanda decidiu fazer. E nós ?


Assistindo a este vídeo sobre como e porque a Holanda se transformou em um pais de ciclovias, me trouxe a esperança de saber que um dia o Brasil poderá ser assim também.
Comentários sarcásticos a parte, poderemos sim ter esta esperança, mas além de tudo teremos que ter ATITUDES.
Não poderemos nós, um pequeno grupo de ciclistas querer mudar o Brasil de uma só vez, mas poderemos sim, este mesmo Grupo de Ciclistas começar a mudar o nosso bairro e assim os Grupos se unindo poderão mudar a nossa cidade. Isso certamente nós somos capazes.
Poderemos servir de exemplo, assim como a Holanda o é hoje e começar o nosso trabalho. Temos que, além de QUERER, temos que AGIR.
Assista o vídeo e você verá que o Brasil passou e passa pelos mesmos entraves que a Holanda passou. Aumento absurdo de carros, falta de espaço para estacionamentos, um numero imenso de mortes no transito.
Você acha que não conseguiremos mudar o Brasil?
NÃO SE SUBESTIME, tenho certeza que VOCÊ é mais FORTE e mais DECIDIDO do que você próprio imagina.
CICLOAÇÃO-ITAJAÍ veio para ajudar a reverter esta situação. Não queremos mudar o mundo de uma só vez, mas poderemos mudar inicialmente o que está a nossa volta.
Se cada um fizer a sua parte, todo o mundo será mudado.
Eu faço parte da CICLOAÇÃO-ITAJAÍ para dar a minha contribuição nesta causa.
E VOCÊ ??????
Junte-se a nós e seja um CICLO ATIVISTA com a CICLOAÇÃO

Assista o vídeo e tenha esperança de mudar.
"COMECE AGORA, COMECE POR VOCÊ" e depois contagie positivamente os demais e procure "VIVER A VIDA ENTRE UMA PEDALADA E OUTRA"preferencialmente pelas ciclovias do BRASIL.
leia também assunto em http://hembrow.blogspot.com/2011/10/how-dutch-got-their-cycling.html

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ANTONIO HEIL

O Departamento Estadual de Infraestrutura de Santa Catarina – DEINFRA, com o apoio das Secretarias de Desenvolvimento Regional de Itajaí e Brusque, promoveram neste dia 15 de outubro apresentação, detalhamento final e coleta de subsídios em relação às interferências previstas no Projeto de Reabilitação com Aumento de Capacidade da Rodovia SC-486 (Antônio Heil), que liga Itajaí até Brusque.
De acordo com a explanação dos engenheiros, o trecho que terá 24,4 km e prevê a duplicação com 3,0m de canteiro central, 4 faixas com 3,75 m cada e acostamento de 2,5m de largura. Também prevê a implantação de 6 interseções, sendo 4 em viadutos. Para aumentar a segurança da via, foram projetadas 4 travessias para pedestres nas comunidades de Itaipava, Arraial dos Cunha e Limoeiro, bem como a melhoria de uma curva. 
As consultas são necessárias para expor o projeto, sanar dúvidas sobre ele e ouvir sugestões a respeito do empreendimento, mas o que se viu foi a explanação de um projeto pronto, onde algumas perguntas ficaram sem respostas concretas e se limitando a dizer que as prefeituras é quem deveriam dar a solução para o problema. Foi mais uma apresentação do projeto do que uma consulta publica.
A CICLOAÇÃO-ITAJAÍ, na pessoa de seu presidente Jorge Andriani, se fez presente nesta CONSULTA PÚBLICA para a duplicação da SC-486 (Rodovia Antonio Heil) que liga Itajaí a Brusque, que foi realizada no auditório da Associação Empresrial de Itajaí.
Após as explanações dos engenheiros do DEINFRA, foi observado que a rodovia não contempla espaço para ciclovia. 
Ao ser questionado pelo presidente da CICLOAÇÃO, o engenheiro argumentou que o espaço destinado a duplicação não seria o suficiente para contemplar uma ciclovia. O presidente da CICLOAÇÃO contra argumentou, apresentando o teor da Lei Estadual 10.728/98 a qual é bem clara quanto a construção de ciclovias em seu artigo 1º e também fez questão de frisar quanto ao seu artigo 2º que diz claramente que; o Chefe do Poder Executivo NÃO poderá publicar edital de licitação para construção de rodovia estadual sem que no projeto e orçamento conste o mencionado no artigo anterior nem, de outro lado, autorizar o Departamento de Estradas de Rodagem - DER, a realizar projeto e execução de obras com inobservância dos requisitos de segurança aqui elencados.
Além da lei 10.728/98, poderemos argumentar com base na lei estadual 15.168/10 que traz em seu art 1º A infraestrutura viária e seus equipamentos, o planejamento e a gestão das formas de mobilidade não motorizadas no Estado de Santa Catarina reger-se-ão pela presente Lei. E dá outras providencias de suma relevância para que sejamos contemplados com uma ciclovia na duplicação da Rodovia SC-486.


Para saber o ter dessas duas leis, clique aqui

ESTAREMOS DE OLHO. 
"CICLOAÇÃO-ITAJAÍ - Fazendo valer os nossos direitos"

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

LEI DO EMPLACAMENTO PARA BIKE

Caros ciclistas.
A alguns meses atras, encontrei no youtube um vídeo da TV Canção Nova, onde em um programa de entrevista falava que a cidade de Lorena SP havia promulgado uma lei que regulamentava o Código de Transito Brasileiro em referencia ao cadastramento de bicicleta.
Após alguns e-mails e contatos telefônicos e mais e-mails, recebi hoje (08/10/2012) a integra desta Lei 3.050 que foi sancionada em 2005 que segue:

LEI ORDINÁRIA Nº 3.050 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2005.
AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A INSTITUIR O EMPLACAMENTO E CADASTRAMENTO DE BICICLETAS NO MUNICÍPIO.



                                               DR. PAULO CÉSAR NEME, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei,

                                               FAZ SABER, que a Câmara Municipal aprovou e eu promulgo a seguinte Lei:

ARTIGO 1º - Fica o Poder Executivo de Lorena, autorizado a instituir o emplacamento e cadastramento de todas as bicicletas do município.

PARAGRAFO ÚNICO – o emplacamento e cadastramento de que trata o “caput”, serão feitos para quantas bicicletas a pessoa possua, devendo ser recadastradas quando de transferência de propriedade.

ARTIGO 2º - VETADO.

PÁRAGRAFO ÚNICO – A partir do primeiro (1º), recadastramento, as despesas correrão por conta do proprietário, devendo desta feita, constar o número de infrações porventura cometidas pelo cadastrado, no período.

ARTIGO 3º - O condutor da bicicleta devera portar documento de identificação e propriedade, fornecido no ato de cadastramento.

ARTIGO 4º - No caso de falta de documento que comprove a propriedade do veículo, o munícipe assinará sob pena da lei, uma DECLARAÇÃO DE PROPRIEDADE, onde constará sua identificação, com nome, números de RG e CPF, endereço e características da bicicleta.

PARAGRAFO ÚNICO – Essa declaração de propriedade poderá ser transferida para outrem, desde que, endossada pelo proprietário, com firma reconhecida em cartório.

ARTIGO 5º - O ciclista que for surpreendido conduzindo sua bicicleta irregularmente, infringindo o Código de Trânsito Brasileiro e as normas estabelecidas pelo município, terá a mesma apreendida e pagará multa para reavê-la, cujo o valor será estabelecido pelo órgão competente e dada publicidade.
  
PARAGRAFO ÚNICO – A Prefeitura Municipal determinará um local para recolhimento das bicicletas apreendidas.

ARTIGO 6º - Consideram-se infrações cometidas pelos ciclistas quando em circulação:

a)      Não estar portando o documento de identificação;
b)      Transitar no sentido contrário ao fluxo dos veículos automotivos (contra-mão);
c)      Circular pelas calçadas, calçadão, praças públicas e feiras-livres, nestas nem mesmo empurrando (desmontado);
d)     Transitar em fila dupla, conduzir pessoa em pé na garupa ou no guidom, ou ainda, estacionar em local que prejudique o trânsito de3 veículos ou pedestres;
e)      Transitar com a bicicleta sem o devido emplacamento ou, emplacamento irregular;

ARTIGO 7º - Nas avenidas e ruas mais largas a Prefeitura Municipal poderá mandar pintar faixas delimitando ciclovias e ciclofaixas, onde os ciclistas poderão circular em ambos os sentidos.

ARTIGO 8º - Para fiel cumprimento da presente lei, o Executivo delegará poderes aos Agentes Municipais de Trânsito e à Polícia Militar para fiscalizar e notificar os infratores.

ARTIGO 9º - Preliminarmente, deverá ser desenvolvida campanha de conscientização e esclarecimento à população, com participação das Escolas, Associações de Bairros, clubes de Serviços e imprensa falada e escrita.

ARTIGO 10º - O Poder Executivo regulamentará a presente lei, no que for necessário para o seu total cumprimento.

ARTIGO 11º - As despesas decorrentes da presente lei, correrão por conta de dotação orçamentária própria, suplementada se necessário e do resultado de multas e outras receitas afins.

ARTIGO 12º - Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogada as disposições em contrário.

                                               Prefeitura Municipal de Lorena, 29 de novembro de 2005.



                                               PAULO CÉSAR NEME
                                                   Prefeito Municipal


26ª MAREJADA - ITAJAÍ - SC


VENHA PARA A 26ª MAREJADA - uma das mais tradicionais festas típicas do país, acontece entre os dias 11 e 21 de outubro em Itajaí, polo pesqueiro e portuário do sul do Brasil. Neste ano será realizado com uma nova proposta. A programação será ampla, integrando exposições, desfile, sete shows nacionais e 190 atrações artísticas, passeio de escuna e artesanato. A festa irá contar, também, com estacionamento para cerca de 300 veículos para comodidade dos visitantes.
Para visitar o Parque da Marejada o visitante irá pagar R$5,00 (cinco reais) nos dias em que não tiver show nacional. No entanto, em dias de atrações nacionais, o público será isente da cobrança de ingresso para a Festa. A entrada para os shows nacionais será cobrado separadamente e acontecerá no Centreventos Itajaí. A venda de ingressos para os Shows Nacionais está sendo realizada pelo endereço virtual? www.blueticket.com.br. Em breve serão divulgados novos pontos de vendas.
As apresentações artísticas contam com ritmos variados que abrangem cerca de 190 apresentações artísticas que passarão pelos quatro palcos da Marejada (Palco Gastronomia, Palco Centreventos (Shows Nacionais), Palco Píer e Palco Folclórico (auditório), durante os 11 dias de festa, valorizando principalmente, os músicos locais. Também estão previstos dias com programações temáticas como o 'Festival do Pagode", "Noite Sertaneja", "Noite do Reggae" e "Dia do Rock". já o público infantil terá tardes animadas por diversas atividades na conhecida "Marejadinha", além de um dia especial "16", dedicado a melhor idade com baile e outras apresentações.
A edição 2012 contará com sete shows de renome nacional em seis noites de festa. 
Na abertura, quinta-feira dia 11 de outubro, o cantor Luan Santana retorna a cidade e promete agitar a primeira noite de festa. 
Dia 13 sábado o pagode e o sertanejo se encontram com os shows da Turma do Pagode e da consagrada dupla Victor e Léo.
Já no domingodia 14, o cantor Israel Novaes é quem sobre ao palco. 
Na quinta-feiradia 18, a dupla Jorge & Mateus.
Na sexta-feira dia dia 19 teremos o cantor Belo.
No dia 20, sábado, virá a dupla Fernando & Sorocaba
Para saber mais noticias acesse www.marejadaitajai.sc.gov.br




fonte de informação www.marejadaitajai.sc.gov.br

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

DEPOIMENTO DE UM CICLISTA


Caros ciclistas, meu nome é Aroldo Silva e moro na cidade de Itajaí.
Apesar de não poder participar dos pedais promovidos durante a semana e não conhecer os integrantes gostaria de compartilhar com todos, a experiência nada agradável, que tive hoje, o que reforçou ainda mais a IMPORTÂNCIA da utilização dos equipamentos de segurança e o CUIDADO que devemos ter quando pedalamos em vias sem ciclovias e com estacionamento de carros. Hoje tive um acidente com minha bike em Balneário Camboriú, onde pedalava pela Av. Brasil e fui surpreendido por uma abertura de porta do carro estacionado pelo motorista que não teve o cuidado de olhar no retrovisor. Eu estava a uma velocidade de 20 km/h e na batida fui arremessado para o meio da avenida, caindo de costa, com maior impacto na cabeça, e graças ao capacete, estou aqui escrevendo esta experiência a vocês, pois com o impacto forte senti pequena tontura e vi estrelas, e se não tivesse com o capacete, não gostaria de saber as consequências. Além do que, quase fui atropelado pelo carro que seguia na via, logo atrás, e que parou a uns 50 cm. Fiquei no chão até o atendimento pelos bombeiros e fui levado ao hospital para exames. Como resultado, tive uma forte luxação no ombro com uma pequena fissura no osso, e algumas dores no quadril. Quanto à bike ainda não fui buscá-la e não vi o estrago, mas amanhã levarei à Tribo das Bikes.
Concluindo - Não deixem de utilizar os equipamentos de proteção, mesmo que seja para ir a esquina. E, sabemos que não temos ciclovias em todas as ruas, por isso temos que tomar o maior cuidado e reduzir velocidade quando estivermos nesta condição - direção Defensiva.
Através da CICLOAÇÃO, vamos lutar por estas ciclovias e respeito dos motoristas. Sou Ciclista e Motociclista e, quando estou na Moto, respeito os ciclista e quanto estou na Bike, quero ser respeitado. Um abraço
Aroldo Silva.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

DIA MUNDIAL SEM CARRO

Neste mês de setembro, de 18 a 25, teremos a Semana Nacional do Transito (clique para ver a programação) com o Tema "não exceda a velocidade, preserve a vida". 
Durante a Semana do Transito, teremos também o Dia Mundial sem Carro, que será no sábado, dia 22.
O dia mundial sem carro foi comemorado pela primeira vez em 1988 em cidades francesas e logo se espalhou pela Europa e pelo mundo. No Brasil chegou em 2001.
A cada ano que passa, mais países aderem a esta comemoração promovendo eventos como caminhadas e pedaladas na esperança de ter uma maior conscientização para que nossas cidades possam ser mais sustentáveis e ter um transito mais saudável.
A CICLOAÇÃO-ITAJAÍ não poderia ficar de fora das comemorações e estará realizando duas ações simultâneas. Uma PEDALADA e uma CAMINHADA alusivas a Semana Nacional do Transito e ao Dia Mundial sem Carro.
O ponto de encontro será na Vila da Regata ao lado do Centro Eventos da Marejada, com inicio as 14:30 horas de sábado dia 22 de setembro.
A Pedalada terá um percurso leve de 12 km que transitará por ruas do centro e bairros São João, São Vicente, São Judas e Dom Bosco. 
Já a Caminhada seguirá da Marejada até o Molhe da Barra e voltará a Marejada, perfazendo aproximadamente 7 km. Teremos o apoio de batedores do Codetran.
Venha você também participar conosco deste evento e ajudar na conscientização                   e na necessidade de ter menos carro circulando em nosso transito. Da necessidade de ter um transito mais harmonioso, educado e fluente.
Para isso não precisa abandonar o carro definitivamente, mas se cada um, uma vez por semana optar por um transporte alternativo, como carona amiga, transporte coletivo, bicicleta ou mesmo a pé, já seria um grande inicio para mudarmos nossos hábitos.
                      SE CHOVER, O EVENTO FICA AUTOMATICAMENTE CANCELADO





SE CHOVER, O EVENTO FICA AUTOMATICAMENTE CANCELADO

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Fundação da Cicloação

Enfim chegou o dia da nossa Assembleia de Fundação.
Em outubro de 2011, começamos a conversar sobre a possibilidade de fundarmos uma Associação que visasse um trabalho consciente em busca de mais espaços para os usuários de bicicletas em nossa cidade.
Varias reuniões foram realizadas para que em julho deste ano pudéssemos estar com um grupo disposto a dar um pouco do seu tempo em prol desta causa.
Assim, no dia 06 de agosto realizamos nossa tão esperada Assembleia de Fundação.
Nosso blog já funciona já tem algum tempo e teve sua primeira notícia publicada em 31 de dezembro de 2011. Até agora ele serviu como uma ferramenta de divulgação de nosso trabalho para a criação desta Associação.
Na noite de 06 de agosto, demos o segundo grande passo para a formalização desta Associação. Agora o passo final será o registro de nossa entidade.
Queremos agradecer a todos aqueles que nos ajudaram com palavras de incentivo, aqueles que participaram das reuniões, aqueles que discordaram de algumas ações, pois nos possibilitaram analisar de outro angulo, e em especial aqueles que se habilitaram para a formação da Diretoria e Conselho Fiscal.
Agora é pedal pra frente, pois muita coisa ainda ha que ser feita para a formalização e também para seguirmos com os propósitos e objetivos da CICLOAÇÃO-ITAJAÍ.
Aprovado o Estatuto, eleita a Diretoria e Conselho Fiscal que ficaram assim compostos:

DIRETORIA ADMINISTRATIVA
Diretor Presidente .....................= Jorge Andriani
Diretor Vice Presidente .............= Alexandre de Oliveira Amaro
Diretor Administrativo................= Pedro Floriano dos Santos
Diretora Administrativa Adjunta .= Rosemery Amorim
Diretor Financeiro..................... = Jorge Hamilton Turnes
Diretor Financeiro Adjunto........ = José Luiz Inácio

CONSELHO FISCAL
Mario José da Luz
Marcos Antonio Emílio
Marcelo Cardozo
Ana Lucia Kalfeltz
Luiz Eduardo Leal
Rodrigo Miranda

sexta-feira, 20 de julho de 2012

EDITAL DE CONVOCAÇÃO


EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA 

ASSEMBLEIA GERAL DE FUNDAÇÃO da ,


CICLOAÇÃO 

Associação dos Ciclousuarios de Itajaí

Ficam convocados todos os interessados a se reunirem em Assembleia Geral de Fundação
que se realizara no dia 06 de agosto de 2012no auditório da Prefeitura de Itajaí, sito a 
Rua Alberto Werner numero 100, Bairro Vila Operária, Itajaí-SC.
A Assembleia será instalada em primeira convocação às 20 horas com a seguinte ordem do dia:

- Aprovação do Estatuto Social;
- Eleição dos membros da Diretoria Administrativa;
- Eleição dos membros do Conselho Fiscal.

Desde já ficam todos os interessados notificados.

Itajaí, 16 de julho de 2012

Atenciosamente
Comissão de Fundação

Lembrando que, aquele que estiver presente nesta Assembleia, se desejar, será considerado Sócio Fundador. 
Para isto, solicitamos estar de posse de RG + CPF para o preenchimento da Ficha Associativa.
Caso queira levar a Ficha já preenchida, clique aqui para acessá-la.

terça-feira, 10 de julho de 2012

DIRETORIA E CONSELHO

Caros amigos ciclousuarios de Itajaí e região.
Informamos que nossas tratativas para a concretização formal da CICLOAÇÃO já está em sua reta final.
Neste dia 05 de julho, realizamos nossa ultima reunião, a qual formalizou a Diretoria Administrativa bem como o Conselho Fiscal para seguirmos rumo a nossa Assembleia de Constituição.
Fica assim composta a Diretoria Administrativa e Conselho Fiscal, os quais serão apresentados para votação na Assembleia que estaremos em breve anunciando a data:

Diretoria Administrativa
Presidente - Jorge Andriani
Vice Presidente - Alexandre Amaro
Diretor Administrativo - Pedro Floriano dos Santos
Diretor Administrativo adjunto - Rosemary Goulart Alves Amorim
Diretor Financeiro - Jorge Hamilton Turnes
Diretor Financeiro Adjunto - José Luiz Inácio

Conselho Fiscal
Ana Lucia Ralfeltz
Luiz Eduardo Leal
Marcos Antônio Emílio
Marcelo Cardozo
Mario José da Luz
Rodrigo Miranda


domingo, 1 de julho de 2012

BONS EXEMPLOS

Uma empresa que hoje é forte, certamente começou pequena. Com boas idéias e investimentos nas áreas estratégicas e uma excelente administração ela alcança seus objetivos.
Assim também deve ser a educação das pessoas. Desde pequeno, no seio de sua família, na escola e no município em que ela reside deve haver bons administradores com boas idéias, bons investimentos. Somente assim as pessoas mudarão sua expectativa de vida, vindo a se tornar excelentes pessoas.
Desta forma bons exemplos devem ser seguidos, como mais uma vez, vem da Holanda que mostra que investiu nas áreas certas para que após 50 anos seus frutos mostram o quão é importante investir na educação.
O Vídeo mostra um grande feito a ser seguido por todos os administradores que queiram apostar no futuro de sua cidade e de seus moradores.




segunda-feira, 18 de junho de 2012

UM DIA POR SEMANA SEM CARRO

Estava eu procurando algumas imagens para fazer uma matéria sobre os ciclistas que costumam pedalar em grupo, quando encontrei o site  http://www.samshiraishi.com/como-deixar-de-depender-do-carro/  com o seguinte questionamento.

Você já pensou como traçaria uma estratégia real para reduzir o uso do carro?


Achei a matéria muito interessante e pertinente para o nosso tempo.
Na reportagem, Sam Shiraishi comenta que leu algumas dicas as quais seguem:
    -Planeje seus deslocamentos;
    -Percorra distâncias curtas a pé ou de bicicleta;
    -Utilize transportes coletivos pelo menos um dia por semana para ir ao trabalho;
    -Prefira meios de transportes limpos aos poluentes;
    -Quando utilizar o carro, dirija com economia;
    -Prefira automóveis com motores movidos a álcool (combustível menos poluente do que a  gasolina).

Depois destas mudanças, servindo já de exemplo vivo de que é possível mudar, podemos começar a atuar de forma cidadã, cobrando das autoridades públicas de nossas cidades medidas que facilitem esta troca para um grande número de pessoas. São mudanças que terão grande valor para toda comunidade:
Renovação/expansão da frota e capilaridade dos sistemas de transportes coletivos (como ônibus, metrô e trem); Criação/expansão de ciclovias nas cidades; Aluguel de bicicletas públicas; Criação de bicicletários (estacionamentos públicos de bicicletas) em pontos estratégicos.
Certamente algumas ações não cabem a nossa cidade, mas a maioria sim.
E você, já pensou em reduzir o uso do seu carro tendo como alternativas o transporte coletivo, a bicicleta ou carona coletiva (com outros amigos do serviço) ou mesmo realizando uma caminhada?
Tente, experimente, saia na frente!
Nossa cidade (Itajaí-SC) é totalmente plana o que facilita tanto a caminhada quanto o deslocamento de bicicleta.
Você já observou quanto tempo você leva e qual a distancia para chegar de carro até o seu trabalho?
Faça a experiência de, um dia por semana deixar o carro em casa, e opte por ir de ônibus, ir de bike ou ir a pé. Se a distancia for longa para ir a pé, intercale com um trajeto de caminhada e o restante de ônibus.
Mas dai vem os questionamentos. 
Em Itajaí o transporte coletivo não convence. 
As ciclovias não são conectadas. 
Os motoristas estão estressados e não respeitam os ciclistas e pedestres.
Então ai entrará as nossas reivindicações, por um melhor sistema de transporte coletivo, por mais ciclovias e conexões entre elas e pela NOSSA melhoria de conduta enquanto motoristas.
"Comece agora, comece por você" 
Tente, invente, seja diferente. Certamente você mudará seus conceitos.
Vá treinando, dia 22 DE SETEMBRO comemoraremos mais um "Dia Mundial SEM CARRO".
Nós só temos este planeta para viver, não existe outra opção, ou você vive nele ou não vive. Então procure viver da melhor forma possível, tanto para você quanto para os demais.
Se todos pensarem assim, tudo será melhor.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

UM EXEMPLO A SER SEGUIDO

Só precisamos de uma infraestrutura boa e segura.
É fácil fazer planos e estabelecer metas,
o difícil é tomar as decisões que tornem possível
atingir essas metas.
Ciclovias é economicamente viável e vantajoso.
É possível, é bom para a saúde de quem pedala
e para a cidade.
Ciclomobilidade, uma opção barata e vantajosa
para evitar o caus no transito.



Seria ruim o uso da bike nos dias de chuva?????
E o que diríamos de pedalar com neve

QUER SABER O QUE O SECRETÁRIO GERAL DA ONU, BAN KI-MOON ( o advogado mundial das bicicletas), DISSE SOBRE A BICICLETA PARA A RIO + 20, clique aqui e leia a matéria publicada na gazetadopovo.com.br/blog

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Ciclovias e Ciclofaixas em Itajaí


Itajaí é uma cidade 100% plana, o que facilita totalmente à mobilidade ciclística.
Hoje temos somente 17 km de ciclovias e ciclofaixas em nosso sistema viário, mas totalmente esparsos. Necessitamos, sem medo de errar, de mais 40 km destas vias para possibilitar a integração de toda a cidade e fazer uma malha de ciclovias e ciclofaixas eficientes e assim fazer com que mais pessoas usufruam desta melhoria.
Necessitamos urgente de uma política voltada à mobilidade ciclística para que no futuro não venhamos a sofrer com os congestionamentos intermináveis de carros, que levam os motoristas a um estresse constante.
Certamente só o uso da bicicleta não irá resolver o problema dos engarrafamentos, outras atitudes deverão ser tomadas para minimizar este problema futuro, o qual já se faz presente em nossa Itajaí.
Um melhor e mais eficiente sistema de transporte público, pois somente assim poderá virar uma opção de substituição aos automóveis.
De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Mapa a pedido da RBS TV, mostra que Itajaí tem um problema no transporte público, pois nos dias em que não chove, o transporte é suficiente, mas nos dias de chuva, este vira um caos, pois não comporta a demanda.
Assim podemos perceber que somente construir ciclovias, não resolverá o problema da mobilidade em nossa cidade.
Uma proposta eficiente, bem elaborada, com estudos bem aprofundados de nosso transito é que poderá vir a ser construído um projeto concreto para uma reformulação viária para Itajaí. Certamente neste projeto, não poderá deixar de existir uma campanha educativa eficiente e constante. Somente assim, teremos uma mobilidade consciente onde automóvel, motocicleta, transporte coletivo urbano e bicicleta possam fluir em nossas vias e conviver pacificamente.
Muitos têm a bicicleta como o seu único meio de transporte. A esses, as ciclovias serão de fundamental importância para a sua locomoção segura. Mas com o incremento dessas vias ciclísticas, que trarão mais segurança no transito, muitos outros surgirão tendo a bicicleta como sua segunda opção de transporte que é econômico e rápido e não poluente. E isso é notório já que Itajaí, por ser uma cidade plana, favorece em muito a esta modalidade. Mas e nos dias em que o tempo (clima) não favoreça ao transporte ciclístico. É ai que entra a melhoria no transporte coletivo. Certamente assim como alguns optaram para a mobilidade ciclística com a melhoria das vias específicas, outros estarão migrando para o transporte coletivo, caso esse melhore substancialmente sua qualidade e eficácia. Somente desta forma é que teremos ruas mais limpas, menos congestionadas e com pessoas indo e vido em seu real tempo e certamente mais tranquilas que hoje.
Com a quantidade de pessoas que se locomovem em seus variados meios de transporte, não podemos deixar que todos passem por uma mesma via, temos que dar opções de caminhos diferentes para que tudo flua favoravelmente.
As pessoas que estão pensando em se candidatar para uma administração pública municipal tem que se preparar, não só para esta eleição, ou para os seus quatro ou oito anos de mandato, mas sim enxergar em um projeto, o seu uso e prever sua estagnação e que isso não aconteça ao final de seu mandato, pois o que eles hoje realizarem deverá ser eficaz por décadas.
E como isso poderia ser resolvido? Ora!!! Não vou eu querer ensinar o Padre a rezar a missa. Mas com um trabalho sério realizado por técnicos, engenheiros e pessoas gabaritadas olhando a cidade e pensando no hoje e no futuro, sem idealismo partidário, mas pensando no povo e na melhor mobilidade para estes, não tenho dúvidas que uma excelente solução sairia.
Acredito que aqueles que se propõem a uma candidatura, principalmente ao executivo, certamente já teve esta intenção, no mínimo, há quatro anos passados. Tempo que acredito suficiente para traçar um planejamento concreto para as necessidades do município.
Assim, deixo aqui mais uma vez a pergunta àqueles que estarão concorrendo ao próximo pleito.
O que vocês têm de proposta concreta para minimizar, em Itajaí, o problema do transito em todas as modalidades da mobilidade?