segunda-feira, 7 de maio de 2012

sexta-feira, 4 de maio de 2012

100 BICICLETÁRIOS EM ITAJAÍ


Secretaria de Obras de Itajaí estará instalando 100 bicicletários, mas na realidade serão 100 PARACICLOS (local de estacionamento de curto tempo), mas para terror de todos os usuários de bicicletas que estacionarem nesses paraciclos correrão o risco de terem suas rodas entortadas. 
O modelo a ser usado é de alvenaria (parecido com a figura ao lado) onde somente abrange uma parte muito baixa da roda, fazendo com que seja grande a probabilidade de tombarem e terem suas rodas entortadas devido a pouca área de abrangência. Certamente a prefeitura municipal arcará com os custos destes prejuízos que vierem a ocorrer!!!!
Esses paraciclos serão instalados primeiramente na avenida Jacó Ardigo no Bairro Dom Bosco, onde a prefeitura está realizando obras que dará acesso a nova ponte que também será construída. 
Vale salientar que ali, somente usarão os paraciclos as pessoas que indo de bicicleta até aquele local, sentarem na praça construída sobre a vala. Neste local não ha um expressivo acesso de bicicletas, mas acho justo que ali também seja colocado.
Particularmente acharia mais interessante que o centro da cidade, local onde a maioria dos ciclistas convergem em seus afazeres diários, seria um local mais apropriado para a instalação de PARACICLOS, mas não deste modelo que foi adquirido pela prefeitura. 
O problema dos órgãos públicos e seus responsáveis muitas vezes é não ter noção de como fazer ou seja, para fazer bem feito tem que sentir na pele. Senhores secretários e prefeitos deste nosso Brasil, antes de gastarem dinheiro a toa, façam uma pesquisa. Ou melhor façam experiencias com diversos PARACICLOS para ver o mais eficaz.
Na era da internet, basta clicar no Dr Google e em IMAGENS digitar; PARACICLOS ou BICICLETÁRIOS que haverão de aparecer diversos modelos que melhor atenderão as expectativas locais.
Também já vi  nesta internet coisas feita por pessoas das prefeituras que até assustam de tanta burrice e irresponsabilidade em relação a instalação de paraciclos, mas que não vem ao caso agora.
Itajaí também precisa urgentemente de um BICICLETÁRIO, ou seja, um local amplo para estacionamento de longo prazo. 
Muitos são os usuários de bicicletas que vem trabalhar pela manhã e retornam somente no final do dia. Como os PARACICLOS são pouquíssimos, tem muita bicicleta que fica amarrada durante todo o dia em postes de iluminação, cercas, grades e floreiras no centro da cidade. Coisa que mostra o descaso do poder público e não bem visto pelos turistas que nos visitam.
Prova maior foi a reportagem realizada pela TV Brasil Esperança de Itajaí no dia 1º de maio quando da festa do Trabalhador na Vila da Regata. A cerca que proteção virou um local repleto de bicicletas. 
Já vimos esta dificuldade quando da Regata Volvo Ocean Race, onde houve a promoção da sustentabilidade, mas ter um espaço para um bicicletário foi um GRANDE IMPASSE entre os organizadores. Nada melhor para a sustentabilidade do que o povo de Itajaí ter vindo de bicicleta até a Vila da Regata e ter ali um local para poder guardar sua bike com segurança.
Nos dias da regata vi duas bicicletas de cicloturistas sendo amarradas na grade por indicação dos seguranças. Mas qual a segurança que elas tinham ali? Os dois cicloturistas ficaram pasmos, mas tiveram que jogar com a sorte de terem suas bikes ainda ali no final da visita.
Projetos, diz a prefeitura que tem muitos em relação a ciclo locomoção em Itajaí, mas gostaria de saber o que este governo atual implantou de ciclovias em Itajaí.
Se tem projetos futuros, porque não mostra?
A mídia quer noticias e o povo quer soluções. Estaremos aguardando.